História

Social Share Counters

“Caçapava”, na língua Tupi Guarani, significa “Clareira na Mata”. Surgiu de um acampamento militar localizado no antigo povoamento dos índios charruas. Assim, iniciou a história do município pelos idos de 1777, quando nasceu a “Paragem de Cassapava”. Foi no dia 25 de outubro de 1831, elevada à categoria de Vila e em 09 de dezembro de 1885, à categoria de cidade.

O território do atual município foi constituído através de lutas, entre portugueses e espanhóis, que ensanguentaram o continente de São Pedro.     Devido a sua localização privilegiada, Caçapava do Sul tornou-se a 2ª Capital Farroupilha. Isto ocorreu em 09 de janeiro de 1839, quando o Presidente Farroupilha Bento Gonçalves resolve, após diversas reuniões com seus ministros e generais, transferir a capital de Piratini para um lugar mais próximo do seu centro de operações e defensável. Caçapava do Sul permaneceu como Capital Farroupilha até 30 de maio de 1840. Neste mesmo ano, a Capital Republicana muda-se para Alegrete.

Sobre a Revolução Farroupilha:

O Rio Grande era discriminado pelo governo central, não tinha estradas nem escolas e sendo ele o maior produtor de charque para abastecer o país, teve este charque taxado com imposto altíssimo. Então, o governo central passou a importá-lo da Argentina e Uruguai.

Bento Gonçalves da Silva, vendo a economia do Rio Grande abalada e cansado de solicitar soluções, na madrugada de 19 para 20 de setembro de 1835 reúne seus companheiros na casa de Vasconcelos Jardim, em Pedras Brancas (atual Guaíba) e logo tomam Porto Alegre.

Neste momento começa a Revolução que durou 10 anos de muita luta. Em 11 de setembro de 1836, Antônio de Souza Neto proclama a República Rio-Grandense, que teve como capitais Piratini, Caçapava do Sul e Alegrete.

O térmico da guerra deu-se com o tratado de paz de Poncho Verde, porém, ficaram alguns bons resultados e, acima de tudo, a demonstração de brio do povo gaúcho que se caracteriza pelo cavalheirismo e hospitalidade, mas não aceita imposições que venham ferir sua gente.

Texto: Historiador Zeno Dias Chaves

 

Fontes:

Folders e Portfólio elaborados pela Secretaria de Município de Cultura e Turismo.

Livro “História do Município de Caçapava do Sul” de Nicolau da Silveira Abrão.

Texto do Historiador Zeno Dias Chaves